Siga-nos

Europa

Brexit é adiado novamente por falta de acordo

Saída do país do bloco europeu está prevista para o dia 31 de outubro

Da Redação, em 11 de abril de 2019
Daniel Leal-Olivas/AFP via Getty Images

A União Europeia (UE) e o Reino Unido concordaram com mais um adiamento da saída do país do bloco europeu (o Brexit), que agora deverá ocorrer em 31 de outubro. Líderes da UE concordaram com a a medida, após cinco horas de negociações em Bruxelas nessa quarta-feira (10), evitando, por hora, um Brexit sem acordo.

A cúpula da União Europeia se reuniu para debater o pedido da premiê britânica, Theresa May, visando ao adiamento da data de saída do país, desta sexta-feira para o dia 30 de junho. A data já havia sido adiada em relação ao prazo inicial de 29 de março.

Muitos líderes apoiaram a proposta do presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, de uma prorrogação flexível de até um ano. Entretanto, o presidente francês, Emmanuel Macron, insistiu veementemente em uma extensão mais curta.

Sob o acordo, a retirada pode ocorrer antes do prazo se o Parlamento britânico ratificar os termos do Brexit acertados por May com a União Europeia.

Tusk disse a jornalistas, após a cúpula, que a mudança de data é suficiente para que se encontre a melhor solução, e pediu que o Reino Unido não desperdice esse tempo. Entretanto, a extensão certamente vai provocar reações negativas dos apoiadores de linha dura do Brexit no Parlamento.

Publicidade
Clique para comentar

Comentar

Europa

Comediante vence eleição presidencial na Ucrânia

Com 73% dos votos , o humorista Vladimir Zelensky venceu o segundo turno das eleições presidenciais

Da Redação, em 22 de abril de 2019
EFE

O humorista Vladimir Zelensky é o vencedor do segundo turno das eleições presidenciais na Ucrânia, realizado nesse domingo (21), com aproximadamente 73% dos votos. Assim ele desbancou o atual presidente, Petro Poroshenko, que obteve apenas 25%, segundo as pesquisas finais de boca de urna.

Poroshenko reconheceu logo a derrota, ao aceitar os resultados de boca de urna, acrescentando que deixará o cargo no próximo mês. “Quando vejo os resultados das pesquisas de boca de urna, são evidentes. É motivo para ligar para meu oponente e parabenizá-lo”, comentou, mostrando-se disponível a apoiar o seu rival na transição: “Vou deixar o cargo, mas quero frisar firmemente que não vou deixar a política.”

Zelensky, de 41 anos, alcançou um resultado histórico, dominando as urnas em todas as regiões do país, inclusive no oeste mais nacionalista. No leste, onde nasceu, sua vitória seria arrasadora, somando mais de 88% dos votos.

Os resultados corroboraram as pesquisas realizadas durante a campanha eleitoral, que davam a Zelensky mais de dois terços dos votos.
“Obrigado a todos os ucranianos que me apoiaram. Obrigado a todos os ucranianos, onde quer que estejam. Prometo que não falharei com vocês”, declarou o comediante em seu comitê, após os resultados das pesquisas serem divulgados.

Continue Lendo

Europa

Catedral de Notre-Dame queima em Paris

Incêndio atinge histórica catedral em estilo gótico, uma das grandes atrações turísticas de Paris

Da Redação, em 15 de abril de 2019
Reprodução Twitter

Um incêndio atinge desde o início da tarde de hoje (15) a Catedral de Notre-Dame, no centro de Paris. A fumaça pode ser vista do topo do patrimônio considerado uma referência histórica da capital francesa. A prefeita da cidade, Anne Hidalgo, usou sua conta pessoal no Twitter para lamentar o “terrível” acidente em curso e exaltar o trabalho dos bombeiros que estão no local tentando combater as chamas. “Estamos mobilizados no local em estreita ligação com o @dioceseParis. Peço a todos respeito ao perímetro de segurança”, destacou a prefeita.

Uma das mais importantes e famosas catedrais de Paris, a Notre-Dame, dedicada a Santa Maria, mãe de Jesus Cristo, foi construída entre 1160 e 1345, em estilo gótico. Ao longo dos anos, a catedral foi palco de cerimônias celtas e romanas, além de ter inspirado o romance conhecido como O Corcunda de Notre-Dame, do escritor francês Victor Hugo, publicado em 1831.

Feridos no incêndio

As forças de segurança de Paris estão mobilizadas para debelar o fogo que atinge a Catedral de Notre-Dame, uma das igrejas mais antigas da França. Segundo o Ministério do Interior da França, não há, até o momento, informações sobre feridos em decorrência do incêndio.

A polícia parisiense isolou a área e orientou os moradores a evitarem o local. O Corpo de Bombeiros montou uma equipe, formada por 400 soldados, para neutralizar o fogo na torre central e em parte da estrutura da catedral. As primeiras chamas foram registradas às 18h50 (13h50 horário de Brasília). A flecha (uma torre isolada sobre o teto da nave) desabou parcialmente. A catedral está em reforma.

Construída entre os anos de 1160 e 1345, a Catedral de Notre Dame situa-se na na pequena ilha Île de la Cité, rodeada pelas águas do Rio Sena. A igreja abriga aquela que se acredita ser uma das mais importantes relíquias da cristandade: os fragmentos da coroa de espinhos de Jesus Cristo. A relíquia é apresentada aos fiés a cada primeira sexta-feira do mês, às 15h, e na Sexta-Feira Santa, das 10h às 17h. A Catedral de Notre Dame é um dos monumentos mais procurados tanto por católicos quanto por turistas que visitam a capital francesa.

Vaticano

Em mensagem assinada pelo diretor interino da Sala de Imprensa do Vaticano, Alessandro Gisotti, Santa Sé expressou solidariedade aos católicos e a população francesa ao saber do incêndio que atinge a Catedral de Notre-Dame,em Paris.

“A Santa Sé recebeu com choque e tristeza a notícia do terrível incêndio que devasta a Catedral de Notre-Dame, símbolo da cristandade na França e no mundo, afirmou o joranalista Alessandro Gisotti.

“Manifestamos solidariedade aos católicos franceses e à população parisiense e dirigimos nossas preces aos bombeiros e a todos os que estão fazendo o possível para enfrentar esta situação dramática”, conclui o jormalista.

Arcebispo pede orações

Em sua conta no Twitter, o arcebispo de Paris, dom Michel Aupetit, dirigindo-se a todos os sacerdotes da capital francesa, pediu que se tocassem os sinos das igrejas para convidar os fiéis à oração.

“Os bombeiros ainda estão lutando para salvar as torres da Notre-Dame de Paris. O quadro, o telhado e o pináculo são consumidos. Oremos. Se desejarem, vocês podem tocar os sinos de suas igrejas para convidar à oração”, diz a mensagem do arcebispo.

Continue Lendo

Destaques