Siga-nos

Ásia

Incêndio em avião russo faz dezenas de vítimas

Mais de 40 mortes foram confirmadas pelas autoridades depois que avião fez pouso de emergência às chamas

Da Redação, em 06 de maio de 2019
Reprodução Youtube

Pelo menos 41 pessoas morreram no acidente com um avião de passageiros da companhia russa Aeroflot, que fez um pouso de emergência no aeroporto de Sheremetievo, em Moscou, pouco depois de registrar um incêndio a bordo. Imagens do canal russo Rossiya-24 mostraram vários passageiros deixando a aeronave a pé depois do pouso, enquanto o avião era consumido pelas chamas.

De acordo com a agência Interfax, o avião, modelo Sukhoi Superjet 100, de fabricação russa, transportava 73 passageiros e cinco tripulantes e havia decolado pouco antes do aeroporto de Sheremetievo com destino a Murmansk, cidade localizada no extremo norte do país, acima do Círculo Polar Ártico. Pouco depois da decolagem, às 17h50 no horário local (11h50 em Brasília) a tripulação notou um princípio de incêndio na aeronave.

“O avião enviou um sinal de socorro depois de decolar. Iniciou então procedimentos de pouso de emergência, mas não conseguiu pousar na primeira tentativa. Na segunda, o avião chocou o trem de pouso e o nariz na pista e começou a queimar”, disse uma fonte anônima à agência Tass. O Sukhoi Superjet 100 estreou comercialmente em 2011. Em maio de 2012, o modelo registrou o seu primeiro acidente, quando uma aeronave com 45 ocupantes se chocou contra uma montanha na Indonésia.

Publicidade
Clique para comentar

Comentar

Ásia

Carros no Japão rodarão com menos combustível em 2031

O governo do Japão quer que as fabricantes de veículos melhorem em mais de 30% o padrão de consumo de combustível dos carros até o ano de 2030.

Da Redação, em 04 de junho de 2019
Reprodução

Novas diretrizes dos ministérios responsáveis pelo transporte e pela indústria vão tornar obrigatório que, a partir de março de 2031, o rendimento médio de todos os novos veículos à venda no país seja superior a 25 quilômetros por litro. O padrão corresponde a um aumento de 32% em relação ao rendimento aproximado de 19 quilômetros por litro no ano fiscal de 2016. Para atender à exigência, as fabricantes de veículos precisarão vender mais carros elétricos e híbridos plug-in.

Aparentemente o objetivo do governo é promover o desenvolvimento e a comercialização de veículos com menor impacto ambiental. A meta das autoridades é que 20% das vendas de novos carros sejam de veículos elétricos e híbridos plug-in até 2030. Hoje esta proporção é de apenas 1%. Argumentam que será um meio de contribuir para a redução das emissões de gases do efeito estufa. O governo japonês planeja definir os novos padrões até março de 2020.

Continue Lendo

Ásia

Novo balanço indica mais mortos em atentado na Síria

Mais de dezessete mortes já foram confirmadas

Da Redação, em 03 de junho de 2019
Reprodução

Um novo balanço indica a morte de pelo menos 17 pessoas nesse domingo (2), na explosão de um veículo em Azaz, na fronteira da Síria com a Turquia, de acordo com a organização não governamental (ONG) Observatório Sírio para Direitos Humanos (OSDH), sediada na Grã-Bretanha e com vasta rede de fontes na Síria.

Quatro crianças estão entre os mortos, disse à agência de notícias France-Presse o diretor do Observatório, Rami Abdul Rahman. “A explosão ocorreu quando muitas pessoas saíam do local onde realizavam as orações da noite”, acrescentou. O ataque, que ainda não foi reivindicado, ocorreu um dia após explosão similar que causou a morte de dez pessoas e feriu 20 em Raqa (nordeste da Síria).

A Turquia lançou a operação “Escudo do Eufrates” em 2016, assumindo o controlo de um território de mais de 2 mil quilômetros quadrados no norte da Síria, incluindo a cidade de Azaz, para expulsar o grupo extremista Estado Islâmico e impedir o avanço de forças curdas.

Continue Lendo

Destaques