Siga-nos

Sociedade

Prefeitura aponta problemas no projeto Parque Minhocão

Projeto tem custo prévio estimado em R$36,6 milhões

Da Redação, em 15 de maio de 2019
Divulgação Governo do Estado de São Paulo

Nesta quarta-feira (15), o projeto linear do Parque Minhocão começa a caminhar timidamente por entre as incertezas que o cerca. A prefeitura paulistana, em gestão de Bruno Covas (PSDB), pretende transformar o Elevado Presidente João Goulart em um parque suspenso. O prefeito, em busca de apoio popular para o projeto, publicou um caderno de 158 páginas o qual expõe os problemas, diagnósticos e possíveis soluções para realizar as obras sem maiores desventuras futuras. O prefeito visa também, obter mais opiniões e ideias para realizar o projeto final.

O prazo de entrega do Parque foi planejada para os exatos próximos 591 dias, sendo efetivada em 25 de novembro de 2020. O custo total estimado para desativar completamente o complexo viário, instalar o parque e reduzir maiores efeitos e impactos no ambiente possui o valor inicial estimado em R$36,6 milhões. Ademais, tal valor não engloba melhoramento de calçadas ou construção de equipamentos para a população transeunte que aproveitaria o Parque. Tais fins seriam financiados com outros orçamentos que a prefeitura possui para essas finalidades específicas.

Para acessar o diagnóstico a fim de tomar maiores conhecimentos sobre as obras e projeto, acesse o link disponibilizado pela prefeitura:
https://drive.google.com/file/d/12sd6ncbQfi-agtx7esRLQR597ORdAWx9/view

Publicidade
Clique para comentar

Comentar

Sociedade

SP anuncia R$ 160 milhões para o Museu do Ipiranga

O Governado Paulista divulgou as empresas patrocinadoras e a gerenciadora das obras em coletiva nesta última sexta (17)

Da Redação, em 18 de maio de 2019

O Governador João Doria, o secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado, Sérgio Sá Leitão, e o reitor da Universidade de São Paulo, Vahan Agopyan, em coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes, a conquista do valor total necessário para as obras de restauro e ampliação do Museu do Ipiranga.

Foram divulgadas também as novas empresas que confirmaram patrocínio ao projeto e a empresa gerenciadora das obras. “Conseguimos um recorde histórico na história da cultura brasileira. São R$ 160 milhões até o presente momento para a recuperação do Museu do Ipiranga, o Museu da Independência”, destacou Doria.

“Com isso, teremos recursos suficientes para a recuperação do museu, cuja obra começa agora em setembro, e dia sete de setembro de 2022 vamos inaugurar o nosso Novo Museu do Ipiranga”, comentou o Governador sobre a inauguração oficial do Museu da Independência, que celebrará o bicentenário da Independência do Brasil.

Campanha

A campanha para levantamento de recursos foi lançada no mês de março, com o propósito de arrecadar ao menos R$ 160 milhões para a revitalização e para a exposição de reabertura, sobre os 200 anos da Independência. Dois meses depois, o Governo Paulista anuncia a captação total do valor-alvo, por meio de parceiros privados e empresas estatais.

“A resposta do setor privado foi muito positiva”, disse o secretário Sérgio Sá Leitão. “Graças aos parceiros, será possível entregar à população de São Paulo, em 2022, o museu mais moderno e seguro do Brasil, a tempo de celebrarmos lá, com uma grande exposição, o Bicentenário da Independência”, salientou.

Além da EDP Brasil, da Sabesp e do Itaú, anunciados anteriormente, integram o grupo de patrocinadores as empresas Caterpillar, do setor de equipamentos de construção e mineração; a EMS, do mercado farmacêutico; a mineradora Vale; o Banco Safra; o Bradesco; a fabricante de automóveis Honda; o Banco do Brasil; a Caixa Econômica Federal; a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN); e a Cosan, grupo econômico que atua nos segmentos de energia e infraestrutura.

Captação

Outras cinco empresas serão anunciadas em breve, após a finalização de trâmites internos. Com isso, será possível restaurar também o jardim e o monumento. A captação final, portanto, irá superar o valor-alvo de R$ 160 milhões.

“Vai elevar a R$ 190 milhões a capitação. Os recursos complementares serão destinados aos jardins do entorno do Museu da Independência, a recuperação das fontes, iluminação, controle e segurança, esse que será o mais moderno sistema de controle e segurança disponível no mundo, tanto na parte externa como interna, inclusive com sistema de detenção de calor e combate a incêndio, tornando o museu da independência o mais seguro museu”, destacou o Governador.

Os valores aportados variam entre R$ 4 milhões e R$ 12 milhões. Algumas empresas usarão a Lei Federal de Incentivo à Cultura; outras aportarão recursos de marketing. Além do patrocínio, a Sabesp fará a recuperação total do Córrego do Ipiranga. “A obra estará pronta, não em setembro de 2022, mas no dia sete de janeiro de 2022, essa é a data para entrega da obra. E a celebração nove meses depois, no dia sete de setembro de 2022”, determinou João Doria.

O Novo Museu

A finalização das obras do museu está prevista para janeiro de 2022 e sua reabertura agendada para setembro de 2022, quando serão comemorados os 200 anos da Independência do Brasil. A Setec Hidrobrasileira é a empresa gerenciadora das obras. O projeto custará R$ 160 milhões e inclui a reforma e a ampliação do espaço, além da exposição de reabertura do museu. O processo de restauração e modernização visa recuperar o monumento, que é uma das maiores referências nacionais.

O projeto do Novo Museu vai preservar todos os elementos do edifício, ampliá-lo e torná-lo mais seguro, no nível de museus internacionais. O espaço terá 5 mil metros quadrados de área nova para exposições e atividades culturais, elevadores, estruturas de acessibilidade, um mirante, dois cafés e um restaurante.

Sérgio Sá Leitão reiterou que será criado um comitê com os patrocinadores, para supervisão da execução do projeto, além de um novo modelo de gestão e de um plano de sustentabilidade, que inclui um endowment (fundo patrimonial permanente) para o custeio das atividades. “Vamos acompanhar o projeto de perto para assegurar a excelência e o cumprimento do prazo”, afirmou.

Continue Lendo

Sociedade

Virada Cultural começa hoje e promete!

Festival ocorre durante este final de semana, dia 18 e 19 de maio, com 1.200 atrações

Da Redação, em 18 de maio de 2019
Divulgação Governo do Estado de São Paulo

A 15ª edição do festival 24 horas de São Paulo, a capital da cultura, acontece nos dias 18 e 19. Serão mais de 1.200 atividades gratuitas distribuídas em mais de 250 pontos, centralizados e descentralizados, espalhados por toda cidade. Com todos os eventos gratuitos e programação personalizada para cada cidade, a Virada é realizada pelo Governo em parceria com prefeituras municipais, sendo um dos maiores eventos do Estado!

Entre as novidades desta edição, está o corredor aberto da Paulista – com atrações 24h na rua e em instituições como Instituto Moreira Salles – IMS, Japan House São PauloSesc Avenida Paulista, Itaú Cultural e o vão do MASP – Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand. Teremos também atrações nas quadras de Escolas de Samba e a transmissão ao vivo do evento para todo o Brasil pela Spcine Play.

A Virada contará com inúmeros shows, aqui alguns dos destaques: Seun Kuti & Egypt 80 (NG) coming to Bielefeld com participação de IZA Oficial e Ofertório, com Caetano Veloso, Moreno, Zeca e Tom Veloso; e nomes como Anitta, Pabllovittar, Naiara Azevedo, Lucas Lucco, Anavitória, Rincon Sapiência + ÀTTØØXXÁ, Ludmilla, Maria Rita, Criolo, VITOR KLEY, Emicida, Karol Conka, Grande Encontro(ElbaRamalho, Alceu Valençae Geraldo Azevedo), Nação Zumbi, É OTchan, Jojo Todynho, Céu + Tropkillaz, Angela RoRo, Baco Exu do Blues, Demônios da Garoa, Sepultura, Moraes Moreira — e muito mais.

República da Diversidade

SÁB    19h – 20h       Novas Famílias – Marina Lima convida Letrux [com tradução em Libras]

SÁB    22h – 23h      Ocupação travesti –  shows e intervenções poéticas com Renata Carvalho (MC), Leonarda Gluck (poesia e travaturgia), Malka, Marina Matheus, MC Dellacroix e Alice Guel. Participação especial de Natt Maat, Albert magno e Rosa Luz [com tradução em Libras]

DOM 01h – 02h       Quebrada Queer convida: Preta Rara + Kaya Conky +  Pepita

DOM 04h – 5h         Pabllo Vittar

DOM 06h30             Majur e Hiran

DOM 08h30 – 09h30         As Transformistas

DOM 11h – 12h       Baile do Abrava – Tiago Abravanel convida Jeniffer Nascimento

DOM 13h30 – 14h30         Jaloo convida Gaby Amarantos  + Mc Tha [com tradução em Libras]

DOM 16h – 17h       Baile da Preta – Preta Gil [com tradução em Libras]

Cásper Líbero Pop

SÁB    19h – 20h      Ana Muller

SÁB    21h – 22h      Mariana Nolasco

SÁB    23h – 00h     Alice Caymmi

DOM 01h – 02h       Karol Conka convida Danna Lisboa

DOM 03h – 04h      Matuê

DOM 09h – 10h      Tuyo

DOM 11h – 12h       Jão [com tradução em Libras]

DOM 13h – 14h       Onze:20 [com tradução em Libras]

DOM 15h – 16h       Vitor Kley [com tradução em Libras]

DOM 17h – 18h       Silva [com tradução em Libras

Anhangabaú Plural

SÁB    18h – 19h       Palavra Cantada

SÁB   21h – 22h30  Ofertório – Caetano, Moreno, Zeca e Tom Veloso

DOM 00h – 01h30  Criolo

DOM 03h – 04h30  Seun Kuti & Egypt 80 part. IZA

DOM 09h – 10h       Aline Barros

DOM 12h – 13h30  Anitta [com tradução em Libras]

DOM 14h30 – 15h30  Anavitória [com tradução em Libras]

DOM 17h – 18h       Lucas Lucco [com tradução em Libras]

Para acessar programação completa, clique no link disponibilizado pelo site oficial: https://agendao.prefeitura.sp.gov.br/wp-content/uploads/2019/05/Programa%C3%A7%C3%A3o-Virada-Cultural-2019.pdf

Continue Lendo

Destaques